Ouça o artigo na versão áudio:

A vitamina B5 é um importante elemento que integra o complexo B, e sem ela não é possível que a gente produza energia e faça manutenção das diversas funções do nosso sistema nervoso. Diversos estudos têm apontado que os benefícios da vitamina B5 auxiliam no processo de perda de peso, já que a substância participa do processo de metabolização dos carboidratos, gorduras e proteínas ativamente.

Podemos obter a vitamina B5 por meio de uma alimentação saudável. Solúvel em água, esta vitamina não pode ser estocada pelo nosso corpo, motivo pelo qual uma dieta equilibrada e rica em vitamina B5 é tão necessária para a saúde, já que este nutriente deve ser ingerido de preferência diariamente.

Complexo B

GIF complexo B


Inclua o GIF em seu site/blog copiando e colando o código:

Infográfico complexo B

Inclua o infográfico em seu site/blog copiando e colando o código:

A vitamina B5 também recebe o nome de ácido pantotênico, e é essencial para que a metabolização de energia e para a manutenção da boa saúde. A vitamina B5 é excretada pelo corpo, motivo pelo qual se faz necessário o consumo de alimentos como legumes, verduras e carnes magras.

Integrante do complexo B, esta vitamina contribui para a conversão das gorduras e carboidratos em energia, que é utilizada pelas nossas células. A vitamina B5 também participa da síntese do colesterol, da produção das hemácias, da proteção do sistema digestivo e do controle da liberação de hormônios que as glândulas suprarrenais sintetizam, além de auxiliar na produção de um neurotransmissor capaz de induzir as contrações do músculo esquelético chamado acetilcolina.

Benefícios da Vitamina B5

Importantíssima para a manutenção da saúde, especialmente para aqueles que praticam esportes ou que estão seguindo dietas, a vitamina B5 é considerada uma grande auxiliadora no processo de perda de peso, bem como para o fornecimento energético na realização das atividades físicas.

Essencial para que a vitamina D, o cortisol e determinados neurotransmissores sejam produzidos, a vitamina B5 confere uma série de outros benefícios à saúde. Confira-os a seguir:

Ajuda a queimar a gordura: segundo estudos realizados, a vitamina B5 contribui para que as pessoas que estão acima do peso emagreçam de forma natural, já que ela aumenta a queima de gorduras. Isto é possível devido ao fato da vitamina B5 agir para que os ácidos graxos sejam utilizados como fonte de energia, bem como para que o colesterol e diversos hormônios sejam sintetizados.

Esta vitamina também atua no metabolismo de carboidratos, algo que possibilita a utilização como combustível para os nossos tecidos, bem como dificulta o acúmulo dos carboidratos em forma de gordura.

É fonte de energia: a ação que a vitamina B5 desempenha no metabolismo energético faz com que ela seja um nutriente fundamental para aqueles que praticam exercícios físicos, já que níveis baixos da substância podem causar problemas como queda das taxas de glicose na nossa circulação e fadiga. A ingestão de vitamina B5 garante a conversão das gorduras e carboidratos que nós ingerimos em energia, que é utilizada nas contrações musculares e em diversas funções do metabolismo.

Reduz os níveis de colesterol: dentre os benefícios da vitamina constatados pelas pesquisas, está o poder que a substância tem para ajudar na redução do colesterol ruim (LDL), bem como dos triglicerídeos na nossa circulação que apresentam elevados valores de colesterol. Também é sugerido que a vitamina B5 é capaz de aumentar as taxas do bom colesterol (HDL), que contribui para a prevenção dos problemas cardíacos. Estes mesmos benefícios se mostraram eficientes no tratamento de pessoas que sofrem de diabetes, já que as taxas do LDL e das triglicérides reduziram com o uso do nutriente.

Segundo o Sistema de Saúde da Universidade de Michigan (EUA), para que os níveis de colesterol reduzam, é preciso que 300mg de vitamina B5 sejam consumidos diariamente, de duas a quatro vezes. Já para a redução dos triglicérides, a quantidade de vitamina B5 também deve ser de 300mg, mas o consumo diário não deve ultrapassar três doses. Em todos os casos é importante que um médico seja consultando antes do início do tratamento com a vitamina a fim de se reduzir o colesterol e os triglicérides.

Vitamina-B5

Ajuda a tratar acne: segundo uma pesquisa realizada em Hong Kong, baixos níveis de vitamina B5 podem causar deficiência no processo de metabolização dos lipídios, que eventualmente pode causar a acne. Isso é possível graça ao ácido pantotênico, que contribui para a redução do sebo que muitas vezes obstrui os nossos poros. Este mesmo estudo analisou que voluntários que fizeram uso de suplementação de vitamina B5 tiveram o aspecto da pele melhorado.

Metaboliza a colina: a vitamina B5 contribui de maneira indireta para uma melhor clareza de pensamento, capacidade de concentração e manutenção da memória, já que ela é essencial para que a colina seja metabolizada. A colina é um nutriente convertido no neurotransmissor acetilcolina. A acetilcolina, por sua vez, é a responsável pelos benefícios à mente.

Combate a queda de cabelo: para que os folículos pilosos sejam nutridos, é necessário que o organismo receba todas as vitaminas que integram o complexo B. A ingestão de vitamina B5 é importante para o fornecimento suficiente de energia às células, para que estas metabolizem tais nutrientes. Deste modo, a deficiência de vitamina B5 pode causar desnutrição aos folículos pilosos. A carência de vitamina B5 também pode causar diminuição e até mesmo queda dos fios de cabelo. No caso daqueles que já apresentam uma acentuada queda de cabelo, a suplementação de vitamina B5 e outras vitaminas do complexo B pode combater o problema. Neste caso, é importante que um médico seja consultado para que oriente o paciente.

Ajuda na cicatrização: evidências apontam que a vitamina B5 é capaz de atuar diretamente no processo de cicatrização, contribuindo para que o processo de recuperação pós-cirurgia aconteça mais rapidamente. Para que este benefício seja potencializado, é indicado o consumo de vitamina C, já que é capaz de estimular a produção de colágeno. Outros benefícios oferecidos pela vitamina B5 são seu combate aos sintomas da artrite reumatoide, estímulo à síntese de estrógeno e de testosterona, fortalecimento do sistema imune e manutenção do metabolismo cerebral.

Ingestão e Fontes de Vitamina B5

Pela vitamina B5 não ter uma Ingestão Diária Recomendada válida para todo o mundo, ao contrário do restante das vitaminas, não há um consenso sobre qual é a dose ideal da substância para o consumo diário. A recomendação dada pela European Food Safety Authority em 2014 é de que a ingestão adequada de vitamina B5 para os adultos é de 5mg diários. Já os órgãos de saúde dos Estados Unidos e do Canadá sugerem a ingestão diária de 10mg do nutriente, que parece ser uma quantidade suficiente para praticantes de atividades físicas ou por quem quer aproveitar os benefícios que a vitamina B5 tem a oferecer.

Fontes de vitamina B5

A vitamina B5 se encontra na maioria dos alimentos, motivo pelo qual também é conhecida como ácido pantotênico, já que a palavra pantotênico é derivada de pantos, cujo significado em grego é “de todos os lugares”. Vegetais de folhas escuras, as hortaliças, as carnes com pouca gordura, os cereais integrais, cogumelos como o shitake, a batata doce, o queijo cottage, o atum e o salmão, o fermento biológico, o abacate, o ovo, o fígado de boi e as sementes de girassol são algumas das fontes de vitamina B5.

Deficiência de Vitamina B5 e Suplementação

Apesar de ser bastante rara, a deficiência de vitamina B5 pode ocorrer, e seis principais sintomas são depressão, insônia, fadiga, irritabilidade, cãibras, sensação de queimação nos pés, dores estomacais e infecções respiratórias.


Caso a suplementação de vitamina B5 seja necessária, é possível encontrar a vitamina comercializada tanto individualmente (pantotenato de cálcio e ácido pantotênico), como também integrante de suplementos de vitaminas do complexo B e multivitamínicos.

complexo-b

O consumo de vitamina B5 por meio da alimentação é segura, porém o consumo em excesso da vitamina através da suplementação pode causar diarreia e desequilibrar a concentração das demais vitaminas integrantes do complexo B. Deste modo, é preferível o consumo de vitamina B5 por meio do composto de vitaminas do complexo B, e não da suplementação isolada. A suplementação também não deve ser feita sem orientação e acompanhamento de um médico, pois é possível que ela interaja com outros medicamentos, como remédios para o mal de Alzheimer e antibióticos.

Conheça também as vitaminas: B, K2, E, C, B3, B6, B9 e A.

Vitamina B5: Benefícios e Alimentos que a Contém
5 (100%) 1 voto


Comente