Óleo de peixe

O óleo de peixe, famoso por ser uma rica fonte de Ômega 3, também é um dos suplementos prediletos da atualidade, e com razão, já que são diversos os benefícios alcançados com o consumo deste suplemento, atestados por diversos estudos científicos.

O Ômega 3, ácido graxo essencial que o ser humano não é capaz de produzir, é o motivo pelo qual o óleo de peixe é conhecido como um verdadeiro “faz-tudo”. Deste modo, o óleo de peixe hoje em dia integra a dieta de muitas pessoas que desejam ter uma alimentação mais equilibrada.

No Brasil, é comum que a nossa alimentação priorize o consumo do Ômega 6 ao consumo do Ômega 3, e isto pode ser um grande problema para nós, já que a deficiência do Ômega 3 pode levar a diversos distúrbios à nossa saúde, desde a obesidade e o diabetes, a até mesmo doenças do coração e doenças crônicas, malefícios realmente preocupantes.

Apesar de tanto o Ômega 3 e o Ômega 6 serem essenciais, é necessário que exista um equilíbrio no consumo de ambos, já que, quando consumido de forma excessiva, o Ômega 6 pode causar um desequilíbrio de Ômega 3 em nosso organismo.

Óleo de peixe

Óleo de Peixe e Ômega 3

O Ômega 3, encontrado amplamente nos peixes e frutos do mar, além de, é claro, no próprio óleo de peixe, pode ser traduzido como um conjunto de gorduras, que inclui o ácido eicosapentaenoico (EPA) e o ácido docosa-hexaenoico (DHA). Estas gorduras são ácidos graxos poli-insaturados, e desempenham importantes funções no nosso organismo.

O ácido eicosapentaenoico (EPA), por exemplo, desempenha uma importante ação anti-inflamatória, já que a gordura contribui para a produção das prostaglandinas E3, substâncias que agem como anti-inflamatórios e beneficiam no sistema cardiovascular e sistema circulatório. Deste modo, o EPA impede que as plaquetas formem trombos, ou coágulos, responsáveis por doenças como derrame cerebral (AVC) e trombose


.

O ácido docosa-hexaenoico (DHA), por sua vez, é tido como um excelente alimento para o nosso cérebro, contribuindo assim para a saúde do mesmo e para o bom funcionamento da memória, uma vez que o nosso cérebro tem uma grande parte composta por gorduras. Dentre o benefícios do DHA, podemos citar, por exemplo, a propriedade antioxidante que ele contém, bem como o seu envolvimento nos processos cognitivos e a sua contribuição para uma sinalização correta entre os nossos neurônios.

Estudos apontam que o DHA ainda é capaz de levar ao aumento produtivo de substâncias neuroprotetoras e anti-inflamatórias, desempenhando assim um efeito bastante satisfatório no combate às doenças neurodegenerativas, como o Parkinson e o Alzheimer, por exemplo. No caso das gestantes, esta gordura também tem contribuição efetiva no desenvolvimento dos fetos. Quer saber outra contribuição à saúde por parte do DHA? O fato dele fazer parte das retinas dos nossos olhos.

Óleo de peixe suplemento

Benefícios do Óleo de Peixe

Sua contribuição para a saúde dos olhos

O óleo de peixe contém altos níveis de ácidos graxos essenciais e Ômega 3, motivo pelo qual ele oferece uma importante proteção aos nossos olhos. Isto é possível por ele proteger os nossos olhos da degeneração macular (DMRI), condição responsável pela deterioração da visão fina, processo que resulta na perda da visão central e responsável pela cegueira nos indivíduos com idades superiores a 50 anos. O óleo de peixe também contribui para a redução do risco da Ceratoconjuntivite sicca, ou Síndrome do Olho Seco.

Contribui para a prevenção de diversas doenças

O óleo de peixe também é capaz de diminuir fatores de risco que estão associados às doenças inflamatórias, bem como a angina, a aterosclerose, o ataque cardíaco, a doença coronária, o derrame, o diabetes e a insuficiência cardíaca congestiva.

É capaz de reduzir a pressão arterial

Graças à presença do DHA em sua composição, o óleo de peixe é capaz de promover um aumento na vasodilatação, reduzindo assim a inflamação vascular, além de inibir o tromboxano, um constritor do vaso sanguíneo.

Óleo de peixe benefícios

Fornece energia ao corpo

Outra qualidade do óleo de peixe é o fato dele ser fonte de energia, já que seu consumo leva ao aumento por parte do nosso organismo da utilização dos depósitos de gordura. Assim, o óleo de peixe, através de diversos processos, aumenta o processo que converte as calorias em energia.

Contribui para o bom funcionamento da memória

Outro benefício atribuído ao óleo de peixe pelo fato dele apresentar DHA em sua composição é a sua contribuição para as membranas cerebrais, bem como para a saúde da memória e das funções cognitivas. Descobertas feitas por pesquisadores na reunião anual da Sociedade de Radiologia da América do Norte (RSNA) apontaram que indivíduos que comem peixes regularmente, sejam eles grelhados ou assados e não fritos, apresentam células maiores nas áreas cerebrais responsáveis pelo aprendizado e pela memória. Estas pessoas inclusive apresentam massa cinzenta maior.

Proporciona aumento nos níveis de serotonina

A serotonina é considerada o o neurotransmissor da felicidade, graças ao fato dela contribuir para a diminuição da incidência de ansiedade, depressão e ataques de pânico. Segundo um estudo realizado com 52 grávidas, descobriu-se que o consumo de cápsulas de 300 mg de Ômega 3 durante a gestação reduz o risco das mulheres apresentarem depressão pós-parto de maneira significativa.

Contribui para as funções cardiovasculares

O óleo de peixe é capaz de diminuir o nível do colesterol ruim (LDL) e de triglicérides, além de aumentar os níveis do colesterol bom (HDL), diminuindo assim os riscos do AVC. O Ômega 3, amplamente presente no óleo de peixe, também desempenha ação protetora às artérias, ao coração e às veias. As gorduras boas são importantes para a redução do colesterol, além de diminuírem a coagulação e proporcionarem relaxamento e diminuição da inflamação dos vasos sanguíneos.

Combate o estresse

A suplementação de óleo de peixe, por garantir a ingestão do Ômega 3, também inibe a ativação adrenal de adrenalina, noradrenalina e aldosterona, malefícios provenientes do estresse mental.

Combate o envelhecimento

Na Universidade de Aberdeen, na Grã-Bretanha, pesquisadores puderam comprovar a eficácia que a ingestão diária de ácidos graxos presentes no óleo de peixe proporciona. Desde que associado à prática regular de exercícios físicos, o consumo de óleo de peixe retarda o envelhecimento.

Proporciona saúde aos cabelos e à pele

O óleo de peixe contribui significativamente para a formação dos tecidos, além de combater a anemia e nos prevenir das doenças ósseas, já que ele é rica fonte de Ômega 3, vitamina D, vitamina B12, proteínas, ferro e cálcio. O Ômega 3 é o exemplo perfeito de gordura saudável, e seu consumo regular mantém os nossos olhos, cabelos e peles brilhantes. Ele também contribui para o tratamento das doenças de pele, como as dermatites e a psoríase.

Óleo de Peixe e seus Benefícios
4.7 (93.33%) 3 votos

Comente