Incontinência Urinária

causas da incontinência urinária

É muito comum relacionar a incontinência urinária à bebês ou à crianças muito pequenas, entretanto existem diversos fatores que podem causar este problema em adultos. Muitos não tratam sobre o assunto por conta do possível constrangimento que isso causa, porém esse é um assunto que merece ser tratado com toda a preocupação e seriedade que a situação exige.

Para entender um pouco mais sobre o assunto, a incontinência é mais comum do que muitos imaginam e é caracterizada pelo vazamento involuntário da urina, ou seja, significa que uma pessoa urina quando não quer.
Dados estatísticos mostram que a incontinência urinária é mais comum entre as mulheres do que os homens, estimando que aproximadamente 30% das mulheres entre 30 e 60 anos sofrem com o problema.

Para entendermos um pouco mais sobre o assunto, abaixo citaremos os cinco principais causadores de incontinência urinária.

Incontinência de Estresse

Este é o tipo mais comum de incontinência urinária, especialmente entre as mulheres que deram à luz ou passaram pela menopausa.

Nesse caso “estresse” refere-se a pressão física, ao invés de estresse mental. Quando a bexiga e os músculos envolvidos no controle urinário são colocados sob pressão extra súbita, a pessoa pode urinar involuntariamente.

causas do estresse

As seguintes ações podem desencadear a incontinência de estresse:

Uma tosse súbita
Espirrando
Rindo
Levantamento pesado
Exercícios

Incontinência de Esforço

Também conhecido como incontinência reflexa ou “bexiga hiperativa”, este é o segundo tipo de incontinência urinária mais comum. Há uma contração repentina e involuntária da parede muscular da bexiga que provoca a necessidade de urinar que não pode ser interrompida.

Quando o desejo de urinar vem, a pessoa tem um tempo muito curto antes da liberação da urina, independentemente do que eles tentam fazer. O desejo de urinar pode ser causado por Uma mudança repentina na posição, o som da água corrente (para algumas pessoas), sexo (especialmente durante o orgasmo). Os músculos da bexiga podem ativar-se involuntariamente devido a danos nos nervos da bexiga, no sistema nervoso ou nos próprios músculos.

ganhar-massa-muscular

Incontinência de Excesso de Fluxo

Isso é mais comum em homens com problemas da próstata, uma bexiga danificada ou uma uretra bloqueada. Uma próstata alargada pode obstruir a bexiga.

A bexiga não pode conter a maior quantidade de urina que o corpo está fazendo e / ou a bexiga não pode esvaziar completamente, causando pequenas quantidades de vazamento urinário. Muitas vezes, os pacientes precisarão urinar com frequência, e eles podem experimentar “dribles” ou um gotejamento constante de urina da uretra.

o que é incontinência urinária

Incontinência Funcional

Com incontinência funcional é a mais comum de todas, a pessoa sabe que há necessidade de urinar, mas não pode chegar ao banheiro a tempo devido a um problema de mobilidade.

Incontinência Total Bruta

Isso quer dizer que a pessoa perde a urina de forma contínua, ou tem vazamento periódico incontrolável de grandes quantidades de urina. O paciente pode ter um problema congênito (nascido com um defeito), pode haver uma lesão na medula espinhal ou no sistema urinário, ou pode haver um furo (fístula) entre a bexiga e, por exemplo, a vagina.

incontinência urinária

Causas da Incontinência Urinária

Existe uma gama enorme de causas possíveis para a incontinência urinária. Dentre elas podemos citar:
Gravidez
Parto (trabalho)
Menopausa – quando os níveis de estrogênio diminuem, os músculos podem ficar mais fracos
Uma histerectomia – remoção cirúrgica do útero (útero)
Cistite – inflamação do revestimento da bexiga
Problemas do SNC (sistema nervoso central) – exemplos são esclerose múltipla, acidente vascular cerebral e doença de Parkinson
Uma próstata alargada – a bexiga pode cair, e a uretra pode ficar irritada
Uma próstata alargada
Um tumor pressionando contra a bexiga
Pedras urinárias
Prisão de ventre
Cirurgia de incontinência urinária que foi muito longe
Um defeito anatômico que a pessoa teve desde o nascimento
Uma lesão da medula espinhal que confunde os sinais nervosos entre o cérebro ea bexiga
Uma fístula – um tubo (canal) se desenvolve entre a bexiga e uma área próxima, mais tipicamente a vagina
Infecção do trato urinário

cachoeira

Tratamentos Para Incontinência Urinária

O tratamento para a incontinência urinária dependerá de vários fatores, como o tipo de incontinência, a idade do paciente, a saúde geral e seu estado mental. Abaixo estão alguns tipos de tratamento que podem ajudar.

Doctor with stethoscope in a hospital

Exercícios de Kegel

Os exercícios do assoalho pélvico, também conhecidos como exercícios de Kegel, ajudam a fortalecer o esfíncter urinário e os músculos do assoalho pélvico – os músculos que ajudam a controlar a micção. Manter tais músculos fortes poderá fazer com que seja possível controlar melhor a vontade de urinar.

Medicamentos Para Incontinência Urinária

Se os medicamentos forem usados, geralmente eles são feitos em combinação com outras técnicas ou exercícios. Os seguintes medicamentos são prescritos para tratar a incontinência urinária:
Anticolinérgicos – bexigas hiperativas moderadas, podem ajudar pacientes com incontinência urinária
Estrogênio tópico – pode reforçar o tecido na uretra e áreas vaginais e diminuir alguns dos sintomas da incontinência
Imipramina (Tofranil) – um antidepressivo tricíclico

saúde

Cirurgia

A cirurgia é normalmente a última opção, reservada para os casos mais graves em que as outras opções menos invasivas não funcionaram. As mulheres que planejam ter filhos devem discutir cuidadosamente as opções cirúrgicas com seus médicos. Abaixo estão três opções cirúrgicas.
Procedimento de escavação – uma malha é inserida sob o pescoço da bexiga para ajudar a apoiar a uretra e impedir o vazamento de urina.
Colposuspensão – o pescoço da bexiga é levantado. O procedimento pode ajudar pacientes com incontinência de estresse.
Esfíncter artificial – um esfíncter artificial (válvula) pode ser inserido para controlar o fluxo de urina da bexiga para a uretra.

cirurgia

Este artigo foi útil?

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...