3D Illustration of Human Skeleton with Nervous System Anatomy (Spinal Cord)

É uma verdade lamentável que muitas vezes consideramos a nossa saúde como algo natural ou até a ignoramos completamente, assumindo que ela cuidará de si mesma sem exigir nenhum esforço consciente de nossa parte. Tudo vai continuar normalmente por algum tempo, mas então alguma parte do corpo protesta com raiva e exige vingança do bem-estar geral do corpo. É durante esses momentos que começamos a perceber que deveríamos ter cuidado melhor de nós mesmos.

Uma parte muito importante, mas comumente negligenciada (especialmente por jovens), de todo corpo humano é a medula espinhal. Dada a sua importância, vamos dar uma olhada mais de perto no que torna a medula espinhal tão especial e porque ela requer cuidados adequados.


A Medula Espinhal é o fino feixe tubular de tecido nervoso e células de suporte que vai da cabeça à região lombar da coluna vertebral. Simplificando, é o único osso longo que você pode sentir no centro de suas costas. O cérebro humano e a medula espinhal juntos compreendem um sistema que é crucial para a sobrevivência dos seres humanos; o Sistema Nervoso Central (SNC).

Nos homens, o comprimento médio da medula espinhal é de cerca de 18 polegadas (45 centímetros), e nas mulheres, a média é de 17 polegadas (43 centímetros). A espessura média da medula espinhal também varia em diferentes áreas; é tão espessa quanto meia polegada (13 milímetros) na região cervical (perto do pescoço) a cerca de metade dessa espessura, 6,4 milímetros, na área torácica (parte média da coluna vertebral).

Anatomia da medula espinhal

A medula espinhal é dividida em quatro partes principais: os nervos cervical, torácico, lombar e sacral. Coletivamente, toda a medula espinhal é dividida em 31 segmentos; em todos os segmentos, há um par de nervos espinhais direito e esquerdo. De cada uma delas, 6 a 8 radículas nervosas se ramificam em um padrão definido e regular.

Seção transversal da medula espinhal

Quando observamos a seção transversal, vemos o cordão dividido em massa cinzenta e substância branca. A massa cinzenta é em forma de borboleta e cercada por substância branca. A informação sensorial é constantemente enviada ao cérebro enquanto a informação motora é enviada para os músculos. 

Então, precisamos de um lugar onde os nervos possam entrar e sair da medula espinhal, certo? Esse trabalho é feito pelo sulco póstero-lateral, de onde as raízes dorsais entram e enviam informações sensoriais para o cérebro. Enquanto o sulco anterolateral ajuda as raízes ventrais a sair e levar informações motoras aos músculos.

massa cinzenta é dividida em três regiões:

  • Buzina posterior – Contém interneurônios que fazem conexões com a medula espinhal e neurônios que transmitem informações sensoriais ao cérebro. Uma seção específica chamada substância gelatinosa contém neurônios que transportam sinais de temperatura e dor para o cérebro
  • Buzina anterior – contém neurônios motores que sinalizam os músculos esqueléticos. Eles são chamados de neurônios motores alfa. Eles saem pelas raízes ventrais.
  • Matéria cinzenta intermediária – Contém neurônios envolvidos em funções autonômicas, como frequência cardíaca e respiração.

matéria branca consiste em fibras ascendentes (transportando informação sensorial para o cérebro) e descendente (transportando informações motoras para o corpo). Essas fibras são chamadas funiculi. Existem três funiculi diferentes.

  • Funículos posteriores – Está localizado na parte posterior da medula espinhal. Ele contém caminhos que informam o cérebro sobre o tato e a posição do membro.
  • Funículos laterais – Está no (sim, você adivinhou) na porção lateral do cordão. Tem vias de dor e também vias descendentes responsáveis ​​por causar movimentos.
  • Funículos anteriores – Possui múltiplos caminhos ascendentes e descendentes.

Funções da Medula Espinhal

Uma vez que é um componente do Sistema Nervoso Central, é evidente que a medula espinhal desempenha um papel crítico no bem-estar geral de um corpo humano. A medula espinhal consiste em muitas vias neurais que facilitam a passagem da mensagem a velocidades inconcebivelmente rápidas.

Cérebro

Um impulso se origina no cérebro e viaja através de uma extensa rede de neurônios, que são ligados por sinapses, a fim de alcançar seu destino pretendido. Por exemplo, quando você é picado por uma agulha, o cérebro instantaneamente envia um impulso que percorre a medula espinhal para fazer com que os músculos da mão se afastem, fazendo com que você (quase) instantaneamente remova sua mão.

A medula espinhal é o facilitador em uma série de funções que você precisa realizar em quase todos os momentos da sua vida; Se você está sentado, comendo, andando, correndo ou fazendo qualquer outra coisa que envolve músculos e glândulas (praticamente tudo), sua medula espinhal está assistindo suas costas – literalmente.

Uma vez que todas as mensagens que transmitem movimento, temperatura, toque e vibração que afetam a pele, articulações, músculos e órgãos internos são retransmitidas pela medula espinhal, qualquer lesão na medula espinhal pode revelar-se muito prejudicial para a saúde de um indivíduo. Lesões na medula espinhal podem causar paralisia, distúrbios do movimento intestinal, circulação sanguínea adequada, problemas sexuais e até depressão.


Em outras palavras, é imperativo que você cuide bem das suas costas. A maneira mais fácil de fazer isso é evitar ficar sentado por muito tempo em um só lugar; Se o seu trabalho envolve sentar em uma mesa por longos períodos de tempo, certifique-se de levantar-se ocasionalmente e fazer alguns exercícios para trás enquanto está sentado. Considere fazer pequenas caminhadas ao longo do dia, o que permitirá que sua espinha dorsal permaneça forte. O melhor conselho, entretanto, é se exercitar regularmente, pois isso ajuda de várias maneiras, como manter o corpo em forma, reduzir a pressão na coluna vertebral, regular a circulação sanguínea e manter seu corpo forte e flexível.

Medula Espinhal: O Que é e Qual sua Função?
5 (100%) 2 votos


Comente