As Causas do Estresse e Como Combatê-lo

A cropped shot of a handsome businessman under strain as colleagues request various things from him

A doença do século XXI. Sim, estamos falando sobre o estresse, ou stress! Hoje em dia é fácil afirmar que todos nós convivemos diariamente com esse problema. Hoje nós precisamos lidar com tantos problemas e um número quase infinito de informações e situações que é inevitável que nós fiquemos estressados, portanto já que não podemos evitar o estresse, podemos ao menos escolher como iremos lidar com ele.

Para algumas pessoas, os estressores da vida fazem com que eles se tornem irritáveis, de temperamento baixo ou incapazes de se concentrar em tarefas. Outros interromperam o sono (problemas para adormecer ou acordar no início da manhã com pensamentos de corrida). Depois, há aqueles que reagem comendo junk food. A boa notícia: por mais que esteja ocupado em sua agenda, é possível gerenciar o estresse e impedir que ele arruíne sua vida. A seguir, saiba mais sobre as causas do estresse e como combatê-lo.

Conhecendo as Causas do Estresse e Como Combatê-lo

De forma rápida e simples, o estresse é causado pelas diversas pressões que nós sentimos todos os dias, seja ela vinda da família, do emprego, dos amigos ou da sociedade como um todo. A palavra “estresse” engloba tanto a situação estressante, conhecida como estressante quanto os sintomas que você experimenta sob estresse, sua resposta ao estresse.

causas do estresse

O problema com o estresse é que ele ativa seu sistema nervoso simpático, estimulando a liberação de hormônios do estresse em todo o corpo. Esses hormônios fornecem super energia e causam outras mudanças no corpo, como a resposta “luta ou voo”.

Quais São os Sintomas do Estresse?

É difícil definir um sintoma padrão para o estresse, pois os sintomas variam muito de caso para caso, contudo existe um sintoma universal de estresse, o qual é um sentimento de pressão para sobreviver. Outros sintomas incluem:

Mudanças no comportamento em casa (temperamento curto, raiva inexplicável, chorando sem motivo).
Impaciência.

Dificuldade de comunicação ou mudanças de personalidade, como se retirar ou exigir muito mais atenção do que o habitual.

sintoma do estresse

Queixas físicas (dores de estômago, dores de cabeça, dores no peito, náuseas e diarreia, e uma sensação de entorpecimento ou formigamento nas mãos, braços e rosto).

Problemas ao lado dos membros da família, amigos e professores.

Regressão – comportamento que não é apropriado à idade.

Padrões de sono disfuncionais, incluindo pesadelos, muito pouco sono, dificuldade em adormecer ou até mesmo dormir demais.

Se você está enfrentando alguns destes sintomas, as chances são de que seu nível de estresse é alto. Se não for tratado, o estresse pode levar a sentimentos permanentes de desamparo e ineficácia.

Dicas Para Lidar com o Estresse

Agora que você entende mais sobre o estresse e os sintomas, tente as seguintes 6 dicas para relaxar e voltar ao controle do seu estado emocional:

Identificar as fontes de estresse. Tente descobrir o que está causando seus sintomas de estresse. Talvez você esteja sobrecarregado (muitos compromissos) e se sentir cansado e irritado. Depois de identificar as fontes de estresse, tente minimizar o máximo possível.

Conversar sobre isso. Fale com um amigo, membro da família ou terapeuta se seu nível de estresse for muito alto. Tirar seus sentimentos sem que outros julguem você é crucial para a boa saúde mental.

stress

Tire um tempo. Antes de chegar ao seu ponto de ruptura, demore a solidão. Aproveite o tempo para se alimentar, longe dos cuidados e das responsabilidades do mundo. Encontre tempo para a força interior e a cura emocional.
Estabelecer limites. Nunca hesite em dizer “não” antes de assumir muitos compromissos. Especialmente se você está equilibrando o trabalho e a família, é importante priorizar. Dizer “não” pode ajudar a trazer seu estresse para um nível gerenciável e dar-lhe mais controle sobre sua vida.

Tente exalar. A respiração pode medir e alterar seu estado psicológico, fazendo um momento estressante aumentar ou diminuir em intensidade. Muitas vezes, pessoas ansiosas ou perturbadas levam respirações rasas e inconscientemente mantêm-nas. Ao prestar atenção à sua respiração, particularmente exalando durante momentos tensos, você se sentirá mais relaxado. Compre uma garrafa de bolhas baratas (na seção de brinquedos na maioria das lojas) e use-a para aprender a exalar lentamente. Respirando do seu abdômen, sopre o soprador de bolhas com um fluxo constante de respiração. Se você explodir demais ou muito suavemente, você não receberá bolhas. Mas respirações suaves e constantes produzirão um bom fluxo de bolhas. Use esta técnica de respiração (sem as bolhas) quando estiver sentindo estressado.

Exercício diário. O exercício é pensado para aumentar a secreção de endorfinas, substâncias produzidas naturalmente no cérebro que induzem sentimentos de paz. Muitos estudos mostram que o exercício, juntamente com os níveis de endorfina aumentados, realmente aumenta a confiança e a auto-estima e reduz a tensão. O exercício também atua como um mecanismo de defesa do deslocamento para aqueles que estão “estressados”. O que isso significa? Se você já andou por várias milhas, você sabe o quão difícil é pensar seus problemas quando sua mente está focada na caminhada.

atividade-física

Como o Estresse Afeta Sua Saúde?

O problema com o estresse é que é cumulativo. Em outras palavras, se você não tem uma maneira saudável de responder ao estresse ou contrabalançar a resposta “luta ou fuga”, a exposição constante aos hormônios do estresse sobrecarrega o corpo.

Mudanças nos níveis de hormônios produzidos pelo estresse diário podem prejudicar sua saúde. Quando os níveis de estresse aumentam, resulta em uma superprodução de hormônios do estresse que enfraquecem o sistema imunológico. Isso pode levar a problemas físicos e psicológicos.

O estresse frequente, frequentemente, crônico ou a longo prazo, resulta em alta ansiedade, insônia, depressão, problemas gastrointestinais e pode até depender de drogas e álcool (uma solução de auto- medicação que piora um problema já ruim). Alguns estudos mostram que os hormônios associados ao estresse crônico estão ligados ao aumento da gordura no abdômen. Isso, por sua vez, aumenta o risco de doenças crônicas e graves, como diabetes.

Distressed young manager man holds her head with hand. Modern office man at working place, depression and crisis concept

Quando devo Procurar Ajuda Para o Estresse?

Quando o estresse interrompe sua vida, causando problemas de sono ou fazendo você se sentir ansioso e fora de controle, fale com seu profissional de saúde primário. Ele ou ela pode recomendar um terapeuta profissional que pode oferecer apoio e dar-lhe algumas dicas de estilo de vida prático em como gerenciar o estresse sem deixá-lo assumir a vida.

superação

Este artigo foi útil?

1 Estrela2 Estrelas3 Estrelas4 Estrelas5 Estrelas (1 votos, média: 5,00 de 5)
Loading...