O bicarbonato de sódio é um sal que se decompõe para formar sódio e bicarbonato na água. Esta decomposição torna uma solução alcalina, o que significa que é capaz de neutralizar o ácido. Por causa disso, o bicarbonato de sódio é frequentemente usado para tratar condições causadas por alta acidez no corpo, como azia.

As pessoas tomam bicarbonato de sódio por via oral para a limpeza intestinal, má função renal, indigestão, desempenho no exercício, alto teor de potássio no sangue, reanimação de recém-nascidos, úlceras estomacais e cálculos urinários.

As pessoas aplicam bicarbonato de sódio na pele para queimaduras químicas, placa dental, remoção de cera, eczema, picadas ou picadas de insetos, infertilidade, inflamação nas membranas mucosas que revestem o trato digestivo, comichão na pele (prurido) e pele escamosa e pruriginosa (psoríase).

Bicarbonato de Sódio

O bicarbonato de sódio é injetado por via intravenosa (IV) para reanimação cardíaca, insuficiência renal, toxicidade da cocaína, para evitar danos nos rins causados ​​por corantes usados ​​durante alguns exames de raios-X, envenenamento de certas alergias, medicamentos, reanimação de recém-nascidos, envenenamento por pesticidas, prevenção de efeitos colaterais de quimioterapia, quebra de músculos e acúmulo de líquido nos pulmões causado por um determinado produto químico.

As pessoas também usam bicarbonato de sódio, ou bicarbonato de sódio, como ingrediente na panificação.

O bicarbonato de sódio é um sal que se decompõe em fluidos, incluindo sangue e urina, para formar sódio e bicarbonato. Esta desagregação torna o fluido alcalino, o que significa que é capaz de neutralizar o ácido. Essa capacidade de neutralizar o ácido ajuda a tratar condições relacionadas à alta acidez nos fluidos corporais, como a indigestão, causada por excesso de ácido no estômago.

Quais são os Usos do Bicarbonato de Sódio?

O uso do bicarbonato de sódio é efetivo para:

  • Evitar danos nos rins causados ​​por corantes usados ​​durante alguns exames de raio-x. Algumas pesquisas sugerem que a injeção de bicarbonato de sódio por via intravenosa (IV) antes da angiografia cardíaca, um teste que usa corante para mostrar o interior das artérias, pode reduzir o risco de danos nos rins. No entanto, nem todos os estudos são consistentes.
  • Desempenho do exercício. A pesquisa sugere que tomar bicarbonato de sódio pela boca 1-2 horas antes de curto prazo, exercício de alta intensidade melhora a potência durante o exercício em homens treinados. Outra pesquisa mostra que tomar bicarbonato de sódio por via oral ou intravenosa (por via intravenosa) até 3 horas antes de curto prazo, exercício de alta intensidade melhora o desempenho. No entanto, tomar bicarbonato de sódio não parece melhorar o desempenho em mulheres ou não atletas. Além disso, não parece melhorar o desempenho durante exercícios que duram mais de 10 minutos.

O uso do bicarbonato de sódio não tem eficácia comprovada para:

  • Doença renal crônica. Algumas evidências mostram que tomar bicarbonato de sódio por via oral três vezes ao dia por 12 meses melhora o estado nutricional e reduz a quantidade de tempo gasto no hospital em pessoas com doença renal crônica. No entanto, outras evidências mostram que aumentar a quantidade de bicarbonato de sódio que é usado na diálise de prescrição padrão não beneficia as pessoas com doença renal.
  • Placa dentária. Escovar os dentes com pasta de dentes contendo bicarbonato de sódio diariamente por até 4 semanas pode remover a placa melhor do que usar um creme dental sem bicarbonato de sódio, especialmente em áreas da boca que são difíceis de alcançar com uma escova de dentes. No entanto, a pesquisa é limitada. Não está claro se os cremes dentais contendo bicarbonato de sódio são mais eficazes quando usados ​​por muito tempo.
  • Cera de ouvido. Pesquisas anteriores mostram que usar gotas de bicarbonato de sódio duas vezes ao dia por 5 dias antes da limpeza do ouvido ajuda a limpar melhor as orelhas do que nenhum tratamento. No entanto, o bicarbonato de sódio pode tornar a remoção da cera mais difícil do que alguns outros produtos amaciadores de cera.
  • Reviver recém-nascidos. Pesquisas anteriores sugerem que injetar bicarbonato de sódio por via intravenosa (IV) por 3-5 minutos aos 5 minutos de vida não melhora a sobrevida nem reduz o risco de dano cerebral em recém-nascidos incapazes de respirar.
  • Limpeza intestinal.
  • Indigestão.
  • Altos níveis de potássio no sangue.
  • Úlceras estomacais.
  • Pedras urinárias.
  • Queimaduras químicas.
  • Eczema.
  • Picadas de insetos ou picadas.
  • Infertilidade.
  • Inflamação nas membranas mucosas que revestem o trato digestivo.
  • Carvalho de veneno e hera venenosa.
  • Coceira na pele (prurido).
  • Pele escamosa e com coceira (psoríase).
  • Outras condições.

Quais são os Possíveis Efeitos Colaterais do Bicarbonato de Sódio?

O bicarbonato de sódio é provavelmente seguro quando tomado por via oral de forma adequada a curto prazo e quando usado por via intravenosa (por via intravenosa) e apropriadamente com supervisão médica adequada. No entanto, altas doses e uso a longo prazo de bicarbonato de sódio devem ser evitados.

Tomar bicarbonato de sódio a longo prazo ou em altas doses por via oral ou IV é possivelmente inseguro. Complicações incluindo ruptura do estômago e alterações sérias nos níveis de eletrólitos foram relatadas após uso prolongado ou excessivo de bicarbonato de sódio.

Não há informação suficiente disponível para saber se o bicarbonato de sódio é seguro quando aplicado na pele.

Precauções Especiais e Advertências:

Gravidez e amamentação: Não há informações confiáveis ​​suficientes sobre a segurança de tomar bicarbonato de sódio se estiver grávida ou a amamentar. Fique do lado seguro e evite o uso.

Crianças: O bicarbonato de sódio é provavelmente seguro  quando usado sob supervisão médica apropriada em bebês e crianças. O bicarbonato de sódio é possivelmente inseguro quando aplicado na pele, já que tem havido relatos de altos níveis sanguíneos de sódio em crianças após o uso. Não há informações confiáveis ​​suficientes sobre a segurança do uso de bicarbonato de sódio por via oral em crianças. Fique do lado seguro e evite o uso.

Cetoacidose diabética: O bicarbonato de sódio aumenta os ácidos do sangue chamados cetonas, que estão associados a uma complicação do diabetes em que os níveis de ácido no sangue são muito altos. Pessoas com esta condição devem evitar o bicarbonato de sódio. 

Inchaço (edema): Como o bicarbonato de sódio contém sódio, pode aumentar o risco de inchaço causado pelo excesso de fluidos no corpo. Pessoas com insuficiência cardíaca, doença hepática ou outras condições associadas ao acúmulo de fluidos devem usar bicarbonato de sódio com cautela.

Altos níveis de cálcio no sangue: Pessoas com altos níveis de cálcio no sangue podem ter problemas para excretar o bicarbonato. Portanto, o uso de bicarbonato de sódio pode aumentar o risco de complicações, como a síndrome do leite alcalino.

Altos níveis de sódio no sangue: O bicarbonato de sódio pode aumentar os níveis de sódio no sangue. Pessoas que já têm altos níveis de sódio no sangue devem evitar o bicarbonato de sódio. 

Hipertensão arterial: O bicarbonato de sódio pode aumentar a pressão arterial. Pessoas que já têm pressão alta devem evitar o bicarbonato de sódio.

Baixos níveis de potássio no sangue: o bicarbonato de sódio pode baixar os níveis sanguíneos de potássio. Pessoas que já têm baixos níveis de potássio devem evitar o bicarbonato de sódio.

Deficiência de ferro: o bicarbonato de sódio diminui a quantidade de ferro que o corpo absorve. Pessoas com deficiência de ferro devem tomar suplementos de bicarbonato de sódio e ferro separadamente.

Para que Serve o Bicarbonato de Sódio
5 (100%) 1 voto
RECEBA NOSSAS ATUALIZAÇÕES
Cuide da sua saúde.
Receba nossos novos artigos em seu e-mail e fique sempre informado!

Comente