“Eu não posso viver sem você”. Dez anos atrás, as pessoas costumavam dizer isso aos seus entes queridos. Mas agora, a frase não se aplica aos seus entes queridos, tanto quanto se aplica ao seu telefone. No momento em que são separados de seus aparelhos, a ansiedade os atinge como um furacão. Pesquisas recentes sugerem que pessoas que sofrem de nomofobia, ou vício em celular, se sentem sozinhas sem seus telefones. Eles têm um apego prejudicial a ele. Assim, eles se isolam da empresa real.

Quais são os principais sinais e sintomas da nomofobia, seus efeitos nocivos e maneiras de lidar com isso?


Quais são as Causas da Nomofobia?

A nomofobia é certamente uma coisa ruim em favor da vítima. É como um vício e prejudica a saúde física e mental da pessoa. Isso o afasta do seu círculo social, embora os celulares sejam considerados uma ótima ferramenta para melhorar seu círculo social, mas a redundância de seu uso prejudica a vida social. O uso de telefones celulares em todo o mundo está crescendo e o smartphone atuou como combustível no fogo. A dependência do celular ou smartphone para estar ativo no círculo social levou as pessoas para a nomofobia.

Não é de surpreender que a faixa etária que mais sofre com essa fobia seja a geração jovem que tem entre 18 e 24 anos. Esta faixa etária tende a estar envolvida em atividades de mídia social e passa horas navegando na internet em seu smartphone e 77% dos garotos e garotas dessa idade estão sofrendo de nomofobia. Quase 68% das pessoas entre 25 e 34 anos são vítimas desse medo. Eles sofrem dessa fobia porque se envolvem em seus smartphones trabalhando em seus trabalhos oficiais ou checam e-mails e outras coisas semelhantes. As pessoas idosas que se encontram entre 55 e acima também sofrem desta fobia. Uma porcentagem muito pequena de idosos tem muito vício de usar o celular, e é por isso que a porcentagem de vítimas que sofrem de medo é de apenas 36%.

Existem muitas causas de nomofobia, como: falta de autocontrole que leva a pessoa ao seu vício, impaciência que deixa a pessoa ansiosa para falar com alguém e fica olhando o celular, tédio que obriga a vítima a mantê-lo ocupado usando as mídias sociais e outras atividades, mas, a principal causa da nomofobia é a insegurança. A insegurança pode ser de muitos tipos. Pode ser em relação à sua personalidade que ele se sinta inseguro dentro de si ou que o medo possa estar relacionado aos dados salvos nele. Há um medo nas pessoas de que, se elas mantiverem o telefone longe delas, alguém possa roubar suas informações pessoais, é por isso que elas sempre mantêm o alcance.

As consequências da nomofobia podem ser bastante severas. Náusea, dor no peito, ansiedade e problemas respiratórios são algumas das conseqüências conhecidas, por isso você precisa levar a sério e ir para o tratamento adequado.

Quais são os Principais Sinais e Sintomas da Nomofobia?

A nomofobia causa alguns sinais e sintomas nos indivíduos, como:

1- Você passa a acordar durante a noite, a cada duas horas apenas para verificar o seu telefone.

2 – Você começa a verificar seu telefone o tempo todo, mesmo quando está almoçando ou jantando.

3- Você começa a entrar em pânico quando seu telefone está prestes a ficar sem bateria e você não pode descansar até colocá-lo no carregamento.

4- Você sente que está perdendo a vida, quando não há sinal no seu telefone.

5- Você tem vontade de atender seu telefone, não importa o quão ocupado esteja.

6- Você leva seu telefone até o banheiro.

7- Você verificou seu telefone duas vezes ao ler este artigo.

Qual Prejudicial a Nomofobia é?

1- Causa ansiedade. Pessoas que sofrem de nomofobia tendem a sofrer de ansiedade quando separadas de seus telefones. Isso causa pressão alta. Também reduz o tempo de atenção de um indivíduo, o que pode prejudicar a produtividade no trabalho.

2- É uma perda colossal de tempo. Estudos recentes sugerem que a multitarefa não funciona. Você não pode reter e processar informações durante várias tarefas. Quando você está no seu telefone constantemente, você tende a perder tempo.

3- Afeta seus padrões de sono. A luz azul emitida pelo seu telefone, sinaliza para o seu cérebro que é hora de acordar e suprime a melatonina, o hormônio responsável por ditar seus ritmos do sono.

4- Pessoas nomofóbicas tendem a sofrer de problemas de pele também. O contato constante com seu telefone pode causar acne, alergias e manchas escuras.

5- Afeta o seu relacionamento com amigos e familiares. É considerado rude se você verificar constantemente seu telefone enquanto conversa com amigos e familiares. Esse comportamento pode ser prejudicial no trabalho, pois cria uma impressão de que você está distraído.

Quais são os Tratamentos para a Nomofobia e Como Lidar com o Problema?

Siga estes passos para desfrutar de uma vida que é complementada, não governada, pelo seu smartphone:

1- Desligue seu telefone antes de dormir e durma sem interrupções.

2- Personalize as notificações no seu telefone. Notificações constantes de vários aplicativos em seu telefone são uma distração.

3- Excluir aplicativos que não são necessários. Aplicativos desnecessários também são uma distração.

4- Usar um relógio de pulso para verificar o tempo e não o seu telefone.

5- Estabeleça zonas livres de telefone para si mesmo e faça pausas para telefone enquanto trabalha.

6- Passe mais tempo com amigos e familiares do que com seu telefone e use seu telefone em uma capacidade limitada quando estiver com eles.

Nomofobia (Vício em Celular): Sintomas, Causas, Tratamento
Vote nesse artigo

Comente