O Alho e seus Benefícios à Saúde

bulbos-de-alho

Por muitos séculos considerado um alimento medicinal, o alho está presente na culinária de diversos povos. De sabor marcante, forte e aroma intenso, este vegetal tem sido alvo de diversos estudos a respeito dos seus benefícios. Dentre os poderes do alho, podemos destacar, por exemplo, a sua ajuda no emagrecimento.

O fato do alho ser tido como um remédio natural é facilmente explicado pelas contribuições do alimento à saúde. Fonte de vitaminas, sais minerais e mais de 100 compostos ativos, o alho também é um grande preventor de resfriados, além de aumentar a síntese de testosterona. Claro, isto sem falar que ele é um ingrediente que faz a diferença em diversas receitas.

Propriedades do Alho

Pertencente à família da cebola, cebolinha e alho poró, o alho é um bulbo utilizado desde a Antiguidade. Hipócrates, tido com o opai da medicina ocidental, por exemplo, já fazia uso do alho. Isto há mais de 2 mil anos. Hipócrates prescrevia o alimento para o tratamento de diversas condições, desde prisão de ventre a problemas respiratórios.

Na Grécia antiga o vegetal era bastante consumido pelos soldados e atletas, já que ele é fonte de energia e contribui para o desempenho físico. O fato do alho ser um superalimento se dá pela presença de compostos sulfurosos, como o dialil sulfito e a alicia, grandes responsáveis pelo odor característico do alimento.

alho-faz-bem

Quem consome alho também garante a ingestão de vitaminas A, C, B1 e B6, compostos amplamente concentrados no alimento, bem como manganês, ferro, selênio, fósforo, magnésio, potássio e cobre.

Outro ponto positivo do alimento é o fato dele ser pobre em calorias. Há aproximadamente 42 calorias por cabeça. O alho também é fonte de proteínas, fibras e pouca gordura. Deste modo, o alimento pode e deve integrar a alimentação, especialmente para aqueles que querem emagrecer.

Benefícios do Alho

Como visto anteriormente, os benefícios do alho estão muito além do sabor que ele confere às receitas, fazendo com que não haja necessidade de adição de gordura ou sódio. Dentre os benefícios do alho à saúde, podemos citar, por exemplo, o estímulo que ele promove para o metabolismo, bem como o fortalecimento do sistema imunológico, além de aumentar os níveis de testosterona. O combate às infecções, o controle do colesterol, a diminuição da pressão arterial e a desintoxicação do organismo são outros benefícios garantidos pelo consumo do alho.

benefícios-do-alho

A seguir, separamos algumas das contribuições do alimento para que você conheça mais sobre o alho e seus benefícios à saúde:

Contribui para o ganho de massa magra: pesquisas com animais de laboratório apontam que os compostos ativos do alho, especialmente o dialil sulfito, contribuem para o aumento da síntese de proteínas, bem como estimula a hipertrofia muscular. Esta propriedade tem ligação com o fato do alho influenciar na produção de testosterona.

Um estudo realizado com dois grupos de ratos apresentou resultados promissores. Nele, os dois grupos de ratos seguiram uma dieta rica em teor de proteína. Entretanto, o primeiro grupo recebeu suplemento de alho, enquanto o segundo não. Ao final, os ratos que receberam a suplementação com alho tiveram um significativo aumento nos níveis de testosterona, bem como tiveram o nível de nitrogênio equilibrado. Este efeito, juntamente ao aumento da testosterona, contribuiu para o ganho de massa magra.

Ajuda a perder peso: a contribuição para a perda de peso é um benefício do alho comprovado pela ciência.
Pesquisas desenvolvidas ao longo da última década apontam que o alho é um aliado natural da boa forma. Isto se dá por dois motivos.

Em 2011 o “The Journal of Nutrition” publicou um estudo onde análises foram feitas a fim de identificar a relação que o alho tem com o acúmulo de gordura nos ratos. Ao longo de oito semanas, os ratos se alimentaram com uma dieta rica em gordura, para se tornarem obesos. Depois, os ratos se dividiram em dois grupos. Enquanto o primeiro grupo recebeu suplementação à base de alho, o outro grupo recebeu apenas um placebo.

alho-e-seus-benefícios

Os estudos constataram que os ratos que ingeriram alho apresentaram diminuição no peso e taxas de gordura, enquanto o grupo de ratos que recebeu o placebo não teve mesmos resultados.

Os ratos que receberam o suplemento de alho também tiveram sua temperatura corporal aumentada, indicando que o alho desempenha um efeito termogênico. Em outras palavras, o alho contribui para a queima de gordura e perda de peso por estimular o metabolismo.

O alho também possui princípios ativos que ajudam a manter o número de adipócitos, ou células de gordura, regulado. Por possuir 1,2 vinilditina, um composto sulfurado, o alho ainda desempenha uma ação anti-inflamatória, além de inibir a formação dos adipócitos. Deste modo, o alho impede, de maneira indireta, que a gordura se acumule, facilitando a perda de peso.

O Nutrition Research and Practice também publicou um estudo onde os resultados analisados apontaram que a suplementação à base de alho com a prática de exercícios físicos é bastante positiva. Para o estudo, mulheres na fase da menopausa receberam extrato de alho e placebo, ao longo de três meses. Apesar dos dois grupos terem se exercitado no período do experimento, somente as mulheres que receberam a suplementação de alho tiveram perda de peso e redução da gordura corporal de maneira significativa.

alho-faz-bem-para-a-saúde

Previne o câncer e fortalece o sistema imunológico: por ter alto teor de vitamina B6 e ser fonte de compostos sulfurosos, o alho colabora para o fortalecimento do nosso sistema imunológico, levando à inibição e até mesmo à eliminação de fungos e bactérias.

Ao ser amassado, o alho libera alicia, componente capaz de ativar a resposta de defesa do nosso organismo, ajudando a eliminar microrganismo como a Salmonela e a E. coli. Outro benefício do alho é sua atuação na prevenção de diversos tipos de câncer, como o de bexiga, estômago, esôfago, próstata e cólon (intestino).

Ajuda no metabolismo do ferro: análises têm sido realizadas a fim de constatar os reais efeitos do alho no metabolismo do ferro, um importante mineral para a nossa saúde, e os resultados têm sido bastante promissores. Quando nossas células estocam o ferro, a ferroportina (uma proteína) fica responsável pelo transporte do mineral por meio da nossa membrana celular para a circulação sanguínea.

É creditado ao alho o poder que ele tem de aumentar a produção de ferroportina no organismo, o que facilitaria o envio do ferro para a circulação e determinados tecidos, dependendo das necessidades do nosso metabolismo.

Knoblauchzehen

Contribui para o desempenho sexual: antigos povos da Índia já faziam uso do alho como estimulante das funções sexuais e afrodisíaco. Isto é possível pelo fato do alho desempenhar um efeito vasodilatador, pois o relaxamento dos vasos contribui para o aumento do fluxo sanguíneo para os órgãos genitais.

Combate o resfriado: a alicina do alho fortalece o nosso sistema imunológico, auxiliando no combate à gripe e ao resfriado. O Advances in Therapy publicou uma pesquisa, e os resultados foram bastante positivos.

Os pesquisadores identificaram que a suplementação com alho diminuiu 63% no número de resfriados. Além disso, a duração dos sintomas também reduziu 70% no grupo que recebeu suplementação com alho contendo alicina.

É desintoxicante: pelo alho ser um alimento rico em compostos sulfurosos, ele é capaz de prevenir os danos causados pelo excesso de metais pesados no nosso organismo, que afetam os tecidos.

Um estudo de 4 semanas analisou funcionários de uma fábrica de baterias, já que os trabalhadores ficam expostos ao chumbo diariamente. O alho diminui 19% os níveis de metal pesado na circulação.

O alho ainda se mostrou um grande aliado ao controle dos demais sintomas da intoxicação devido ao chumbo, como dores de cabeça e pressão alta.

alho

Contribui para o desempenho físico: após dezenas de séculos dos gregos terem utilizado o alho como estimulante para o desempenho esportivo, a ciência comprova que eles tinha razão. O alimento ajuda a melhorar a circulação sanguínea, o que acarreta em mais oxigênio aos tecidos musculares, reduzindo assim a sensação de fadiga.

Segundo um estudo publicado no Indian Journal of Physiology, pacientes com problemas cardíacos consumiram, ao longo de seis semanas, suplementos de alho. Após este período, eles realizaram um teste de resistência na esteira, e os resultados foram promissores: a frequência cardíaca máxima não somente diminui 12%, como os voluntários tiveram um desempenho físico melhor.

Ajuda no combate do diabetes: estudos têm sugerido que suplementos com alho contribuem para o controle da glicemia, ajudando na prevenção do diabetes. A Acta Diabetologica publicou um estudo cujos pacientes que sofriam do diabetes tipo 2 foram sujeito à suplementação contendo 150 mg de alho.

O grupo que recebeu a suplementação, quando comparado ao que recebeu um placebo, tiveram seus níveis de glicose reduzidos.

Por sua vez, a The Journal of American Nutrition publicou uma pesquisa demonstrando que o alho, quando cru, é altamente benéfico no controle da glicose em nossa corrente sanguínea.
Segundo tais estudos, entretanto, quando o alho é cozido os mesmos resultados não podem ser obtidos, já que o calor elimina a alicina.

alho-e-saúde

Fortalece os ossos: rica fonte de minerais como manganês e zinco, vitaminas C e B6, o alho contribui para o fortalecimento ósseo, já que os nutrientes compõe as enzimas e antioxidantes, que por sua vez estimulam a formação de novos tecidos ósseos, atuando na absorção do cálcio.

Eficiente na prevenção da osteoporose, o alho eleva a produção do estrógeno, importante hormônio que tem envolvimento com o processo de síntese, bem como a reabsorção óssea.

É bom para a pele: o alho e seus benefícios à saúde não contribuem somente para a parte interna do corpo, como também para a externa. Por combater o dano celular que os radicais livres promovem e exterminar as bactérias nocivas, a alicina do alho ajuda a tratar cicatrizes de acne, bem como alergias e doenças de pele.

Fortalece o coração: o coração também é beneficiado pelo alho, já que o alimento contribui para a circulação, além de dificultar o surgimento da arteriosclerose.

O alimento também reduz os níveis dos triglicérides e do mau colesterol (LDL). Já as propriedades antioxidantes do alho contribuem para a proteção dos vasos e células sanguíneas decorrentes das inflamações e do estresse oxidativo causado pelos radicais livres.